Por um comportamento sexual responsável

Publicado a 18/01/2012, 03:00 por UCC AMARES

Com a inclusão da educação sexual nos currículos do ensino básico e secundário, na área da educação para a saúde, a escola tornou-se um parceiro na promoção da saúde sexual conferindo-lhe competência estratégica.

A educação para a saúde pretende informar a pessoa para que tome consciência do seu estado de saúde e possa identificar comportamentos de risco.

Contribui ainda para a adoção de atitudes mais ajustadas no sentido da prevenção e caminhe para um progressiva autorresponsabilização.

A Lei 60/2009 veio trazer um conjunto de princípios e regras na organização funcional da educação sexual nas escolas, nomeadamente o acompanhamento que deve ser dado pelos profissionais das unidades de saúde da área. No seu artigo 10º vem descrita a constituição de um Gabinete de Informação e Apoio no âmbito da educação para a saúde e educação sexual.

É neste sentido que a UCC Amares e a Delegação de Amares da EPATV resolveram conjugar esforços para a sua constituição. A parceria daqui resultante tem como objetivo possibilitar a melhor informação para uma maior consciencialização da comunidade escolar na aquisição de competências que a torne responsável pelos comportamentos e bem-estar.

Assim no GIA – Gabinete de Informação e Apoio estará disponível, para todos os membros da Comunidade Educativa, um enfermeiro(a) com quem poderão não só esclarecer dúvidas e obter informação, mas também partilhar ideias e em alguns casos, se necessário, ser orientado e encaminhado para outros apoios exteriores à escola.

In “Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Nº 13, Setembro-Dezembro 2011

Comments